O Diário de Uma Babá

The Nanny Diaries (2007)

Direção: Shari SpingerBerman e Robert Pulcini
Elenco: Scarlett Johansson, Laura Linney, Chris Evans, Paul Giammati, Alicia Keys
Sinopse: Uma garota recém-saída da faculdade não está interessada em encarar o mundo corporativo de uma vez, então decide fazer um gap year trabalhando de babá.

[Comédia]

>>> Muito divertido, o filme começa com bastante estilo, com com uma mãe sem nome (chamada de Mrs. X) e um Mr. X sem rosto, mas o estilo vai desaparecendo aos poucos para dar lugar a uma história bonitinha que só não perde o pique por causa dos talentos envolvidos, e se rende a clichês fáceis para chegar a um final surpreendentemente interessante. Vale a diversão com um quezinho de inteligência e ironia para passar o tempo.

Filme: 7.5
Extras: 6.0

{Curiosidades}
– O toque do celular de Annie é “Chim, Chim, Cheree”, uma música de Mary Poppins (1964) que é, é claro, sobre uma babá mágica.
– Os diretores escreveram o filme com Scarlett Johansson em mente para o papel principal.

Os Donos da Noite

We Own the Night (2007)

Direção: James Gray

Elenco: Joaquin Phoenix, Eva Mendes, Mark Wahlberg, Robert Duvall

Sinopse: A história de dois irmãos: Bobby é um dono de boate e Joseph se tornou capitão da polícia recentemente. Joseph precisa da ajuda de Bobby para desbaratear uma quadrilha de traficantes, mas Bobby não quer fazer o ‘dedo-duro’ e perder frequentadores da boate.

[Ação]

>>> O filme ajuda a evidenciar o potencial recém-encontrado de Eva Mendes de ser atriz, tem bom roteiro, boas atuações e diverte bastante. O problema é que um pouco depois da metade o diretor James Gray parece perder um pouco o controle, principalmente depois de uma cena de perseguição na chuva particularmente mal-dirigida (edição de som manda lembranças). A partir dali o interesse do espectador cai um pouco e isso até colabora porque também diminui a decepção pela história não terminar tão interessante como começou.

Filme: 7.5

Extras:

{{Curiosidades}}

– James Gray se recusou a gravar o filme em Toronto, onde seria mais barato. Essa é uma das razões por que o filme demorou tanto tempo para ficar pronto.

– De acordo com uma entrevista de Mark Wahlberg, Joaquin Phoenix entrava na personagem fazendo insultos a Robert Duvall entre takes. Isso deixava Duvall muito irritado e Wahlberg teve que contê-lo.

Garçonete


Waitress (2007)

Direção: Adriene Shelly

Elenco: Keri Russell, Nathan Fillion, Cheryl Hines, Jermy Sisto
Sinopse: A história de uma garçonete que tem um talento único para criar tortas, mas vive infeliz com o marido até o momento em que descobre estar grávida e começa a repensar sua vida.

[Comédia/Drama]

>>> Não se engane com a capa, que sugere uma história descontraída e água-com-açúcar. No entanto, a diretora Adrienne Shelly entrega um filme escuro e intimista com muitas cenas tensas e também com alguns toques de originalidade e narração simpática. Não que isso não seja bom, um roteiro com boas idéias é sempre bem-vindo, mas a surpresa de que o filme definitivamente não é uma comédia romântica inofensiva incomoda um pouco no início.

Filme: 7.5
Extras: 7.0

{{Curiosidades}}
– O último filme de Adrienne Shelly.
– A atriz/diretora/escritora escreveu o filme enquanto grávida de sua filha, Sophie.
– Gravado em 20 dias.
– A ideia do encontro de cinco minutos que a personagem Dawn teve foi inspirada pelas experiência que a própria diretora teve com eles anos antes.

Stardust – O Mistério da Estrela

"O que acham de uma continuação?"

"O que acham de uma continuação?"

Stardust (2007)

Direção: Matthew Vaughn
Elenco: Claire Danes, Rupert Everett, Robert DeNiro, Michelle Pfeiffer, Peter O’Toole, David Kelly
Sinopse: Um homem apaixonado por uma mulher esnobe promete pegar para ela uma estrela cadente se ela der sua mão em casamento. Ele só não estava preparado para descobrir que a estrela é, na verdade, outra mulher.

[Aventura]

>>> Uma história bonita, imaginativa e bastante divertida, mas que não seria tanto assim se não tivesse bons nomes envolvidos. DeNiro, Pfeiffer, O’Toole e Danes, além de super confortáveis em seus papéis, entregam performances que deixam a história mais crível e fluindo com mais facilidade, chegando inclusive ao ponto onde o espectador não liga para os errinhos que surgem na trama desde que se divirta um pouco.

Filme: 7.5
Extras: Não Avaliados

{{Curiosidade}}
– Anne Hathaway recusou o papel de Yvaine.
– Neil Gaiman começou a escrever o livro em 1994.
– As três bruxas têm os nomes de criaturas demoníacas da mitologia grega. Lamia e Mormo eram demônios que comiam crianças e Empusa foi uma criatura enviada para devorar viajantes.

Um Verão Para Toda a Vida

december-boys

December Boys (2007)

Direção: Rod Hardy
Elenco: Daniel Radcliffe, Lee Cormie, Christian Byers, James Fraser
Sinopse: Quatro garotos que estudam num orfanato e fazem aniversário em dezembro ganham de presente um verão no litoral australiano e lá têm os melhores momentos de suas vidas.

[Drama]

>>> Não tem vergonha de usar clichês batidos de filmes de drama, mas também não se intimida com certas oportunidades de inovação e, sempre que pode, não cai em soluções fáceis para os problemas que propõe. Contudo, erra feio em não deixar o espectador se envolver com as versões idosas dos garotos. Quando eles aparecem, no fim do filme, é difícil saber quem é quem e, apesar de ser um desfecho bonito, o espectador não está nem aí para os velhinhos.

Filme: 7.5
Extras:

{{Curiosidades}}
– Freddie Highmore originalmente estrelaria o filme. O agente dele também representava Daniel Radcliffe, que acabou ficando com o papel. Highmore teve que sair porque sua avó ficou doente e ele não podia sair da Inglaterra para filmar na Austrália.
– Para garantir que ele entregaria um sotaque australiano autêntico, Daniel Radcliffe começou a estudar e praticar sotaques australianos seis meses antes de começar a filmar.

Candy

candy

Candy (2006)

Direção: Neil Armfield
Elenco: Heath Ledger, Abbie Cornish, Geoffrey Rush, Tony Martin
Sinopse: A história de um casal que se ama mas ama também o consumo de heroína, e de como vão tentando conciliar vida e vício com a falta de dinheiro.

[Drama]

>>> Muito triste o filme, mas ainda assim usa de uma jogada inteligente para manter-se interessante, que é dividir-se em três atos, aqui chamados de “Céu”, “Terra” e “Inferno.” A situação já não é muiito animadora em “Céu”, então quando chegamos ao “Inferno”, o coração já está totalmente partido. São boas situações e bons personagens, mas faltam bons diálogos em muitos momentos, o que acaba deixando o filme de fora da lista dos memoráveis.

Filme: 7.5
Extras: 2.0

{{Curiosidade/Erro}}
– Quando Dan liga para Roger para tentar conseguir a senha para a sua conta bancária, ele pergunta a data de nascimento. Roger diz que é 3 de maio de 1977, mas depois quando Dan escreve aparece 3 de maio de 1973.

Entre o Céu e o Inferno

black-snake-moan

Black Snake Moan (2006)

Direção: Craig Brewer
Elenco: Christina Ricci, Samuel L. Jackson, Justin Timberlake, Cody Block
Sinopse: A vida de uma menina ninfomaníaca muda radicalmente quando ela vai parar na casa de um ex-padre que a acorrenta ao aquecedor para mantê-la “comportada”.

[Drama]

>>> A premissa seria uma desculpa perfeita para se ter intermináveis cenas de sexo por todo o filme, mas o competente diretor Craig Brewer sabe que não é assim que funciona aqui. O sexo é um coadjuvante e o filme é, na verdade, sobre a (excelente) relação inusitada entre padre e pecadora, contado com muito estilo (a corrente já é clássica), um pouco de humor e cenas fortes com diálogos muito bem escritos, mas que poderiam ficar ainda melhores com uma análise mais afundo do roteiro. O filme erra também ao escalar Justin Timberlake. Ele injeta muito pouca personalidade num personagem que é simplesmente complexo demais para ele.

Filme: 7.5
Extras: 7.0

{{Curiosidade}}
– Christina Ricci usou uma corrente pesada de verdade para o filme. Craig Brewer levou várias correntes para o set e Ricci escolheu a que lhe servia melhor.
– Samuel L. Jackson aprendeu a tocar violão para o filme.

Meu Encontro com Drew Barrymore

my-date-with-drew

My Date With Drew (2004)

Direção: John Gunn, Brian Herzlinger e Brett Wlnn
Sinopse: Um homem que ganha 1.100 dólares num programa de TV decide investir tudo necessário para conseguir um encontro com Drew Barrymore, a atriz por quem ele é apaixonado desde os dez anos de idade.

[Documentário]

>>> Sim, a sinopse faz parecer que é uma comédia romântica, mas na verdade este é um documentário que narra passo a passo da luta do tal Brian para conseguir um encontro com sua ídola. Por isso, muita gente vai ser pega de surpresa e achar um saco. Não é. O documentário é original e divertido, e consegue fazer o espectador simpatizar com a causa do protagonista com facilidade, apesar do cara ser um pouco exagerado em suas emoções. Mas a loucura funciona e no fim até passa uma mensagem de força de vontade que (mais uma vez) pega o espectador de surpresa.

Filme: 7.5
Extras: Não Avaliados

Escorregando para a Glória

blades-of-glory

Blades of Glory (2007)

Direção: Will Speck e Josh Gordon
Elenco: Will Ferrell, Jon Heder, Will Arnett, Amy Poehler, Jenna Fischer, William Fichtner, Romany Malco, Craig T. Nelson
Sinopse: Uma dupla de patinadores de gelo rivais são proibidos de competir por causa de brigas. Contudo, um furo no regulamento não impede que eles participem de competições como dupla.

[Comédia]

>>> Ridiculamente engraçado, contém todas as situações hilariantes que se pode imaginar de piadas envolvendo a patinação no gelo. Desde que, é lógico, aceite-se o que o filme propõe. Will Ferrell e Jon Heder funcionam muito bem juntos sem ofuscar um ao outro. A história se desenrola de forma descontraída e o final é tão esdrúxulo que faz o espectador ficar rindo até bem depois dos créditos finais.

Filme: 7.5
Extras: 7.5

{Curiosidade}
– Will Arnett e Amy Poehler (que fazem irmãos no filme) são casados.

Pegar e Largar

Catch & Release

Catch and Release (2007)

Direção: Susannah Grant
Elenco: Jennifer Garner, Timothy Olyphant, Kevin Smith, Juliette Lewis, Fiona Shaw
Sinopse: Uma mulher perde o noivo no dia do casamento e, ao ser consolada pelos amigos do falecido, adentra uma jornada de surpresas e descobertas sobre seu ex-noivo.

[Comédia/Drama]

>>> Sensível, conquista o espectador pelas situações inusitadas mas críveis que vão tomando conta da tela. A diretora estreante comete poucos erros, e dois deles são personagens fugindo um pouquinho de seus perfis e uma narrativa às vezes sem muito ritmo mas, afora isso, o longa funciona, especialmente por ter Kevin Smith como um excelente alívio cômico.

Filme: 7.5
Extras: 6.0

{{Curiosidade}}
– Jennifer Garner estava grávida enquanto fazia este filme.

« Older entries